Cartões SD – Tudo sobre a memória mais usada no mundo

Acesse http://www.shopinfo.com.br e conheça todos os cartões disponiveis em nossa Loja Virtual.

Com a chegada dos primeiros gadgets com suporte a ficheiros MP3 e fotografias em alta resolução, as capacidades de armazenamento, que normalmente não passavam dos 256 MB, tiveram de passar por uma mudança drástica. A implementação de entradas para cartões MicroSD ajudou a manter o preço dos dispositivos sob controlo, uma vez que já não seria necessário aumentar o tamanho da memória interna de um aparelho sem saber se o usuário final iria realmente utilizar a memória adquirida.

Diferentes tipos de tamanhos, espaços e velocidades. Saiba quais são as características essenciais na hora de adquirir um cartão de memória

São inúmeros os tipos de cartões de memória disponíveis no mercado. Para uma pessoa que não esteja dentro do assunto, escolher corretamente o tipo e o modelo de cartão para o seu gadget torna-se uma questão de sorte. Mas, mesmo para quem já possui algum tipo de conhecimento sobre estes “expansores” de memória, existem detalhes que não são colocados nas embalagens dos cartões SD ou MicroSD.

 

Cartões SD – História

O primeiro tipo de cartão de memória removível a estar disponível no mercado foi criado a partir de uma parceria entre a Panasonic, a SanDisk e a Toshiba. O cartão SD (Secure Digital) possuía um armazenamento minúsculo, em comparação aos dos dias atuais, sendo que contava com apenas 16 MB de espaço. Mesmo assim, o SD card, feito especialmente para equipamentos fotográficos, causou uma boa impressão durante a sua apresentação ao mundo.

Primeiro cartão SD produzido

 

Cartões SD – Modelos

O primeiro tipo de cartão de memória a chegar às prateleiras foi o Cartão SD, medindo 32 x 24 mm. O cartão foi produzido especialmente para câmeras fotográficas, mas passou a ser adotado como um formato de armazenamento externo em alguns notebooks, que passaram a suportar a leitura deste tipo de cartões.

O sucessor do SD Card não teve tanto sucesso como o primeiro modelo, sendo que praticamente nenhum aparelho apostou na tecnologia. O MiniSD tinha um tamanho de 21,5 x 20 mm, que era pequeno demais para grandes câmeras fotográficas e grande demais para outros gadgets, como MP3 Players e telemóveis / celulares. Com a fraca aceitação do público, o Mini SD passou a ser utilizado juntamente com um adaptador para cartões SD, de forma a substituir o cartão original.

Modelos-e-tamanhos-dos-cartões-SD

O ponto mais alto da popularidade dos cartões SD chegou com o lançamento do MicroSD, um pequeno chip de 11 x 15 mm, pensado para o futuro e para o grande avanço tecnológico que estamos a viver atualmente. O MicroSD é um cartão SD com o tamanho certo para todos os smartphones, câmeras digitais e gadgets do tamanho de uma mão. Esta foi, com certeza, a fórmula de sucesso para a enorme popularidade deste modelo.

 

Cartões SD – Capacidade de armazenamento

Juntamente com as mudanças em relação aos tamanhos dos cartões SD, a capacidade de armazenamento foi, talvez, a maior evolução da tecnologia ao longo dos anos. Em menos de 15 anos, tivemos um salto dos 16 MB para uns impressionantes 512 GB de espaço.

De forma a classificar melhor as capacidades de armazenamento destes dispositivos, foram criadas três nomenclaturas para especificar os máximos de cada tipo de cartão. Os mais básicos, chamados SDSC (Secure Digital Standard Capacity) têm, por padrão, até 1 GB de espaço, mas existem casos de chips com 2 e 4 GB na categoria.

Os mais comuns, chamados SDHC (Secure Digital High Capacity), podem ser facilmente adquiridos no mercado e são suportados pela maioria dos gadgets atuais. Por padrão, os cartões SDHC possuem, no máximo, 32 GB de armazenamento interno.

 

SanDisk-Extreme-Pro-Primeiro-cartão-SD-com-512-GB

Os SDXC (Secure Digital Extended Capacity) ainda não são muito comercializados, pois, até há pouco tempo, a maioria dos smartphones só suportava até 32 GB de espaço externo. No entanto, estes cartões são extremamente importantes, uma vez que demonstram todo o potencial tecnológico destes dispositivos de memória. Em teoria, esta categoria suporta cartões de até 2 TB, mas o máximo já criado foi o SanDisk Extreme PRO SDXC UHS-I de 512 GB.

 

Cartões SD – Velocidade de transferência de dados

Dificultando ainda mais a vida dos consumidores, existem também diferentes classes para cada cartão de memória. Estas classes especificam exatamente qual a velocidade de transferência de dados (em MB/s) a que o dispositivo é capaz de gravar. Esta informação não é tão importante para o utilizador comum, que se só preocupa em ouvir músicas e tirar selfies. Por outro lado, para quem gosta de filmar com uma boa câmera, esta velocidade será essencial para que não exista perda de qualidade na gravação.

Adaptador MicroSD para SD

Os cartões mais comuns são os Classe 2 (2 MB/s no mínimo), ideais para atividades do cotidiano, os Classe 4 e os Classe 6 (4 MB/s e 6 MB/s no mínimo, respectivamente) são ideais para a gravação de vídeos em 720p. Para vídeos em 1080p sem perda de frames é recomendado um Classe 10 (10 MB/s no mínimo). Existem ainda os cartões Ultra High Speed, que oferecem velocidades de 30 MB/s no mínimo, ideais para transmissão de vídeos em 4K.

Ao contrário do que muita gente pensa, os cartões de memória não são todos iguais, e deve-se prestar bastante atenção na altura de comprar um para o seu gadget. Mesmo que a maioria dos aparelhos e dos cartões no mercado sejam do modelo SDHC, questões como a compatibilidade e taxas de transferências são assuntos essenciais na hora de adquirir um dispositivo desta tecnologia.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s